Cenas Memoráveis - Blow Out - Um Tiro na Noite

Brian De Palma construiu sua carreira de cineasta com thrillers, filmes policiais e algumas obras de terror, homenageando Alfred Hitchcock e outras figuras clássicas que serviram de inspiração. E foi justo na época em que o diretor ainda iniciava na sétima arte, que produziu o que muitos consideram seu melhor filme até hoje (e olha que nos anos seguintes ele faria Scarface, Os Intocáveis e O Pagamento Final).

Blow Out - Um Tiro na Noite pode ser considerado um filme sobre filmes, disfarçado com uma trama conspiratória nos moldes de A Conversação de Francis Ford Coppola, amigo de De Palma. No longa, John Travolta é um técnico de som de um estúdio especializado em filmes B. Numa noite, ele está captando o áudio de pássaros num parque, quando ouve um estrondo. Logo em seguida, o barulho de uma derrapada de pneus, terminando na batida de um carro em uma ponte, fazendo o veículo cair em um rio. Quando o motorista é revelado como um importante político, Travolta passa a desconfiar que o acidente tenha sido, na verdade, um assassinato. No decorrer do filme, o protagonista descobre que alguém tirava fotos aquela noite e conseguiu captar a sequência exata de imagens que levaram o carro para seu destino trágico. E aí, De Palma constrói uma cena genial.

Usando os princípios básicos da arte cinematográfica (som e imagem), Travolta edita sua pequena prova do crime. A montagem de imagens sucessivas que dão impressão de movimento é a mais usada das definições da sétima arte e serve como pretexto para o diretor criar a expectativa, aliado à edição de som, que usa a repetição do áudio quase como trilha sonora. Confira a sequência abaixo.


Curiosidade: Blow Out, além de usar o próprio cinema como referência, faz homenagem à um clássico de Antonioni, Blow Up que tem uma trama semelhante, mas com propósitos diferentes.
Continua...
 
Copyright (c) 2010 Blogger templates by Bloggermint