Veja prévia de Coraline

 

As obras de Neil Gaiman finalmente estão ganhando vida no cinema. Animação baseada em seu popular livro infanto-juvenil, Coraline estréia em 2009, mas um vídeo com uma pequena prévia da produção, ja diz o que podemos esperar. Confira abaixo.

A animação conta a história de uma garotinha que vive com seus pais em um enorme e antigo casarão. Acostumada a explorar os vastos jardins e pátios, Coraline fica um dia trancada em casa por causa da chuva, aborrecida. Decide então contar as coisas azuis, as janelas e as portas - e atrás de uma delas acaba achando um universo alternativo, sombrio, estranho e aterrador, onde existem versões de seus pais com enormes botões no lugar dos olhos.

Henry Selick (O Estranho Mundo de Jack) adaptou o texto para o cinema e tem como co-diretor Mike Cachuela, veterano ilustrador de filmes como Os incríveis e A noiva-cadáver. A produção fica por conta de Bill Mechanic e Mary Sandell e a banda They Might Be Giants escreverá as canções do filme.

 

Continua...

Duna ganha novo filme, e já tem diretor

 

Considerado um dos clássicos da literatura de ficção científica, Duna, de Frank Herbert, já ganhou um filme nos anos 80, de David Lynch, com Sting no papel principal e uma excelente mini-série em 2000, produzida pela Sci-Fi Channel.

Agora, uma nova adaptação cinematográfica começa a tomar forma, com a contratação de Peter Berg como diretor do filme. Berg confirmou a função numa entrevista à MTV americana.

Berg disse ainda que se não fosse pela greve dos roteiristas, era nisso que ele estaria trabalhando agora. A verdade, no entanto, é que ele deve dirigir Tom Cruise no filme de espionagem Edwin A. Salt antes de se atirar na mitologia que tanto adora.

Sem script para dirigir, tudo o que Berg disse é que o filme de David Lynch, de 1984, "deixou uma porta aberta para uma refilmagem."

Continua...

Veja entrevista de Tim Kring ao Omelete

E entenda a divisão da segunda temporada!

Na semana passada o Omelete esteve em um festival de cinema de aventura, criado em homenagem ao escritor francês Júlio Verne (1828-1905) - o Jules Verne Adventure Film Festival. Na ocasião, conseguimos alguns minutos com Tim Kring, o celebrado criador da telessérie Heroes.

O roterista e produtor estava ali para apresentar um episódio inédito da segunda temporada da série. Porém, com a greve dos roteiristas de Hollywood ainda em curso, as filmagens do programa estão paralisadas - e, por isso, ele não tinha episódio novo para mostrar. Mesmo assim, Kring levou alguns clipes ineditos do novo arco de histórias de Heroes, o Volume 3, batizado "Villains".

Aparentemente, essa nova série de histórias (lembre-se que depois da arrastada primeira temporada os produtores decidiram dividir a segunda em arcos de histórias) revelará uma prisão para supervilões - e a fuga de alguns dos piores deles ("Vilões Nível 5"), que pode ter sido engedrada por Sylar (Zachary Quinto). Mas isso tudo pode mudar, já que as filmagens ainda são preliminares e os roteiros estão inacabados. Além disso, Quinto está atualmente filmando Jornada nas Estrelas (ele é o novo Spock) e os rumos da história dependerão do fim da greve e se o ator estará disponível ou não para as filmagens de Heroes.

Aproveitamos os minutos com Kring para entender melhor a divisão em arcos da temporada e se a greve e as reações negativas à primeira parte do segundo ano do programa influenciaram os rumos da história. Confira a conversa exclusiva abaixo.

O Volume 2 de Heroes, Evolutions, foi exatamente o que você esperava?

A verdade é que fizemos algumas mudanças devido à greve. Assim, se ficássemos fora do ar por algum tempo, isso não seria algo tão terrível - o público não ficaria sem uma resolução.

Houve alguma mudança dramática então? Qual era a intenção original?

A história do vírus [um dos temas centrais do início da segunda temporada] tinha um final um pouco mais aberto, que se desenvolveria melhor adiante. Filmamos uns cinco minutos adicionais para mudar esse encerramento um pouco. Assim, caso a greve acontecesse não ficaríamos com uma história sem fim, que exigiria um novo episódio imediato.

E qual é a intenção nesse novo arco de histórias?

É bastante simples. Queremos mostrar à audiência que existe um outro lado em Heroes. Para cada herói há um vilão. Até aqui nos divertimos com um ou dois... e agora chegou o momento de soltar um monte deles. Então todo o novo volume será sobre como colocar o gênio de volta na garrafa.

A segunda temporada terá quantos volumes?

Três volumes, o dois, o três e o quatro.

Estava tudo mapeado antes da greve então?

Sim. Só que o Volume 4 seria o Villains. Mas adiantamos ele para o três, que seria o Exodus. Mas guardamos algumas idéias desse para o futuro...

A mídia e muitos fãs reclamaram bastante do Volume 2. O consenso é que a temporada começou muito devagar. Você sente que a greve é uma portunidade para parar um pouco e repensar as coisas?

Sim. A verdade é que tivemos dois anos de trabalho ininterrupto na série. O tempo eu analiso e questiono todas as nossas decisões - e sou capaz de apontar milhões de erros. Sou um perfeccionista e quero sempre melhorar. Mas para esta segunda temporada tentamos emular a primeira - se você se recorda levamos uns nove episódios para fazer as coisas acontecerem de verdade nela, os personagens se encontrarem, etc. Assim, o plano era começar pra valer a ação lá pelo episódio 6 ou 7. Tudo correu como o planejado e o público terminou satisfeito. Mas não sem antes demonstrar seu descontentamento - afinal, já estavam acostumados com um certo nível de adrenalina. Mas ouvimos as reclamações, as entendemos e o Volume 3, Villains, será mais agitado e empolgante.

Se isso e a greve não tivessem acontecido teríamos Exodus, então? Seria um capítulo mais lento?

Seria uma continuação. Seguiria centrado em histórias por mais algum tempo. Mas a greve nos deu a motivação para encerrar mais rápido o arco do vírus, pular uma parte da história e chegar mais rápido ao Volume 3.

Sem falar que você deve estar aproveitando para descansar um pouco...

É a primeira vez em muito, muito tempo que eu não escrevo nada. Está sendo muito estranho e quase surreal não fazer nada.

O Universal Channel começa a segunda temporada da série em 11 de janeiro no Brasil. Villains ainda não tem previsão de estréia nos EUA - vai depender do fim da greve.

Ah, finalmente entendi a bagaça. Como a maioria dos sites estavam dando por certo o final da segunda temporada no episódio 11, acabei entrando na dança. O que acabou foi apenas um arco de histórias, a temporada então, continua só Deus sabe quando. Bom, é esperar pra ver esse novo volume, que espero ser um pouquinho melhor.

Continua...

Eva Green na Liga da Justiça?

 

A notícia vem de tablóides ingleses, então, é tão confiável quanto as fofocas daquela vizinha desocupada.

Segundo o Daily Telegraph, a atriz Eva Green viajou recentemente a Sydney com um propósito: fazer um teste para o filme da Liga da Justiça.

Como o papel da Mulher-Maravilha supostamente já foi preenchido por Megan Gale, se Green realmente foi fazer o teste, que personagem ela interpretaria?

Como no roteiro existe uma vilã, Tália Al Ghul, filha de Ra's Al Ghul, inimigo do Batman, existe a vaga possibilidade de ter sido para esse papel que a atriz teria feito o teste.

As filmagens da Liga começam em janeiro, se tudo der certo. Então logo, logo teremos palavras oficiais sobre o elenco.

Continua...

Karl Urban comenta Star Trek

 

O ator, escolhido para interpretar o Dr. McCoy, concedeu entrevista ao site Deadbot e falou sobre o filme e sobre seu personagem.

Ele falou qual era a parte mais difícil das filmagens: "O mais difícil é manter o nível de segurança e segredo que nos forçamos a adotar. É uma loucura meio paranóica, mas justificada. Somos proibidos de andar em público com nossos figurinos e somos conduzidos para todo lado em carrinhos de golfe cobertos com telas pretas".

Urban pode ao menos falar um pouco do filme. "Os personagens que estamos criando são os mesmos arquétipos que foram estabelecidos nos anos 60. É impressionante como todo dia aparece algo novo no set, como ontem, quando Steven Spielberg veio do nada. Todo mundo está intrigado com o filme. O primeiro teaser sai com Cloverfield  - em janeiro (dia 18), então as pessoas vão ter um gostinho do visual e do estilo do filme."

Star Trek, dirigido por J.J. Abrams, chega às telas em 25 de dezembro de 2008.

Continua...
 
Copyright (c) 2010 Blogger templates by Bloggermint