Trilhas Marcantes: X-Men (2000)

Essa semana estreia o novo filme da franquia X-Men e, por mais que esteja amplamente difundido como o melhor da série até aqui, o primeiro longa, do longínquo ano 2000, tem seus méritos. Foi ele que praticamente iniciou a Era de Ouro dos heróis de HQs nos cinemas (ok, Blade, de 98, também tem sua parcela de responsabilidade, mas o apelo dos mutantes foi maior), além de ser um bom exemplo de uma verdadeira adaptação, sem preocupação com a cronologia confusa dos quadrinhos ou o compromisso com fidelidade em termos de visual. Bryan Singer, o diretor, se arriscou com uma abordagem nova e madura, com um pé na realidade, mas sem perder o fator aventura dos quadrinhos.


O primeiro X-Men é a prova que as adaptações podem ser completamente diferentes do material original, desde que mantenham a essência.


Porém, nem tudo no longa inicial dos Filhos do Átomo era estranho aos fãs dos personagens. Quem cresceu acompanhando os desenhos animados dos anos 90, reconheceu logo a linha melódica do tema principal do filme, composto por Michael Kamen.


O músico havia feito o tema de abertura do desenho e não poupou esforços para usá-lo (alterando algumas notas, mas mantendo a base) mesmo que meio a contragosto do diretor. Singer pediu à Kamen uma trilha menos temática e mais dramática e minimalista. O resultado final não foi exatamente esse, e embora não seja um grande trabalho do compositor, tem ótimos momentos, como o tema da Mística, que revela a personagem em cena, mesmo esta assumindo outra forma.


Agora uma curiosidade: a escolha de Singer para compor a trilha de X-Men inicialmente era John Williams. Imaginem o diretor passar para o homem que compôs temas como Star Wars, Superman e Indiana Jones, a missão de criar uma música mais intimista para um filme de super-heróis. Será que teria funcionado?

Continua...

Saindo do Forno

Arte do DVD de Batman Year One cai na web!

Neste mês chega às lojas Green Lantern: Emerald Knights, uma coletânea de histórias animadas que se conectam com o filme do Lanterna. Mas, a animação da DC mais esperada para os próximos meses é a adaptação de Ano Um, a Graphic Novel de Frank Miller que recontou a origem do Batman nos anos 80. Com lançamento previsto para setembro ou outubro, a capa do DVD/Blu-Ray caiu na net essa semana sem muito alarde da mídia especializada. Confira abaixo.


Veja o trailer de The Girl With The Dragon Tattoo

No final de semana, uma versão filmada em cinema caiu na internet, com imagem tremida e escura. Optei por não postar o trailer porque o vídeo estava numa qualidade muito ruim para uma prévia de altíssimo nível. Eis que agora, finalmente, uma versão em HD é divulgada. Confira abaixo o trailer, sem as cenas fortes que o lançado de forma pirata continha.


The Girl With The Dragon Tattoo é a nova adaptação do livro O Homem Que Odiava as Mulheres, desta vez dirigida por David Fincher, de Se7en e A Rede Social. A estreia no Brasil está marcada para 10 de fevereiro de 2012, mas isso pode mudar dependendo da aceitação do público, já que nos EUA o filme chega aos cinemas em 21 de dezembro deste ano.


Continua...
 
Copyright (c) 2010 Blogger templates by Bloggermint