Resenha - 24 Horas, 6ª Temporada

 

Quando estreou na TV americana, o seriado 24 Horas inovou, trazendo para a telinha, elementos típicos do cinema e videoclipe. A montagem ágil, não deixando muito tempo para respirar, teve influência de filmes como Corra, Lola, Corra e Identidade Bourne. O conceito de tempo real também já havia sido abordado em filmes, porém, num seriado, era a primeira vez, pelo menos com sucesso.

O problema é que depois de seis temporadas, 24 Horas se tornou batido. No começo dessa última, o seriado até tentou trazer algo diferente. Jack Bauer transtornado, depois de 1 ano e meio de torturas na China. Mas, a idéia foi abandonada com a mesma velocidade que personagens entravam e saiam de cena. Aliás, personagens novos não são o forte de 24 Horas. Toda temporada traz os mesmos arquétipos, como o político que faz de tudo para "defender" seu país ou algum agente administrativo que chega para atrapalhar a ação da Unidade de Contra-Terrorismo. Esse último, por sinal, surge no antepenultimo episódio e desaparece como que por encanto, sem deixar nenhuma marca de sua presença.

Outro problema é a trama central. Os fãs já se cansaram da velha história de conspiração contra o presidente para o vice assumir. Das seis temporadas, isso está presente em cinco! Não é a toa que houve uma queda de audiência vertiginosa esse ano.

O que sobra em 24 Horas é o carisma de Kiefer Sutherland no papel de Jack Bauer. Sua interpretação é um dos poucos atrativos. E talvez, o único motivo do seriado não ter sido cancelado. Destaque também para as cenas de ação, que se não foram tão bem produzidas quanto no último ano, também não fizeram feio, deixando no chinelo qualquer outro seriado "filhote" de 24.

Para o ano que vem, os produtores já prometeram reformulações e muitas novidades, tanto no relacionamento de Jack com o governo americano, quanto no cenário em que a ação irá se situar. Como alguém que acompanha as aventuras do agente Bauer desde o começo, espero que a série volte a ter aquele "gostinho" de novidade que veio na primeira temporada e se perdeu durante os anos. Se não conseguirem isso, os produtores terão perdido a chance de cancelar a série no auge, o que a tornaria um clássico. A nova temporada fracassando, a série se tornará uma lembrança daquelas bem distantes, que em menos de um dia a gente esquece.

Continua...

Heroes: descrição de episódio e novo comercial de TV

 

A NBC divulgou a sinopse do terceiro episódio da nova temporada. Confira. Ah, tem um pouco de spoiler.

"Ep. 2.3 ('Kindred'): Com seu retorno a Nova York, Suresh fica ansioso para encontrar a pintura desconhecida de Isaac Mendez que antevê a morte de alguém próximo dele. Tanto Claire quanto H.R.G. mantém objetivos escondidos. Determinada a entrar nos EUA, Maya usa sua mortal habilidade para liberar o irmão Alejandro de uma prisão mexicana. Ando retorna para seu emprego no Japão e faz uma feliz descoberta. Enquanto isso, no Japão feudal, justamente quando Hiro desacredita em Kensei, seu herói da infância o surpreende. Niki e um herói perdido separadamente fazem barganhas suspeitas para chegar ao que querem. Duas pessoas familiares com poderes especiais retornam inesperadamente. Dana Davis, Noah Gray-Cabey, Greg Grunberg, Adrian Pasdar, Zachary Quinto e Milo Ventimiglia também estrelam. Nick D'Agosto, Katie Carr, Ashley Crow, Cristine Rose, Barry Shabaka Henley, Dominic Keating, Holt McCallany, Eriko Tamura, Adair Tishler e Stephen Tobolowsky são as participações especiais."

E, abaixo confira um empolgante comercial de TV.

A nova temporada estréia semana que vem. E, no Brasil, a TV Record passa a exibir o seriado a partir de domingo.

Continua...

George Lucas diz que ausência de Sean Connery favoreceu novo Indiana Jones

 

Pode parecer bizarro, já que não dá pra imaginar como isso pode favorecer o filme. Mas vindo de George Lucas, não é de se estranhar.

Em entrevista ao TV Guide, o diretor de Star Wars disse que "no começo, ele [o personagem] estava apenas em um pedaço do filme, e com a força de Sean Connery as pessoas poderiam querer que ele continuasse até o fim - mas a trama não funciona assim. As pessoas se desapontariam com o personagem deixado pelo caminho. Como temos outra pessoa preenchendo esse espaço, dá pra colocar o personagem de lado sem arrependimento. Não é o pai de Indy, então fica mais fácil",

E completou: "Não usamos o pai de Indy, é um personagem [usado para ocupar o espaço] totalmente diferente. O fato deste personagem não ser mais usado depois da primeira parte do filme não se torna um problema. No fim foi melhor. Sean se aposentou e quer permanecer assim, entendo isso. E o filme está ficando ótimo, de verdade. É engraçado, empolgante, é tudo o que já foram os outros filmes. Mal posso esperar para assisti-lo".

Bom, como, graças a Deus, esse filme é dirigido por Steven Spielberg e não por Lucas, espero de Indy 4 uma produção decente.

Continua...

O fim está próximo em Lost

 

Pelo menos é o que diz Carlton Cuse, um dos produtores do seriado. Em entrevista ao TV Guide, Cuse confirmou a informação de flashbacks e flashforwards na quarta temporada. Além disso, comentou como andam os planos de encerrar a série em 2010.

"Começamos a juntar as peças e, como temos 48 episódios pela frente, os telespectadores vão começar a perceber que o final virá", disse.

Os fãs esperam que os roteiristas não se percam no meio do caminho, e realmente encerrem o seriado com um final à altura de tudo que se prometeu desde o início.

Continua...

Grind House tem data de estréia definida no Brasil

 

Porém, os dois longas, exibidos em sessão dupla nos EUA (um dos motivos de seu fracasso), chegarão divididos em dois filmes no nosso país.

Planeta Terror, o filme dirigido por Robert Rodriguez aporta nos cinemas em 2 de novembro. Já À Prova de Morte, de Quentin Tarantino, só iremos assistir em 31 de março de 2008. Sacanagem? Muita!

Porém, eles serão exibidos no Festival do Rio, que começa nesta sexta e no Festival de São Paulo, que começa em 19 de outubro.

Continua...

Mais três nomes no elenco de Justiceiro 2

 

A diretora Lexi Alexander divulgou em seu site, três contratações para o filme The Punisher: War Zone. E ainda publicou fotos comparando os atores com os personagens dos quadrinhos que eles irão interpretar. Confira aqui.

Os nomes em questão são: Dash Mihok como o Detetive Martin Soap, Colin Salmon como o Agente Paul Budiansky, Doug Hutchinson como Loony Bin Jim.

A diretora ainda disse já ter encontrado o vilão do filme, Retalho. E que será "perfeito e talentoso". Ela só não disse quem é.

As filmagens começam esse mês no Canadá.

Continua...
 
Copyright (c) 2010 Blogger templates by Bloggermint